quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Mercer Ellington - Tribute to Duke Ellington 1987 - Part 1/2/2/4


Um raro(?) vídeo de Mercer Ellington e big band com apenas 824 visualizações em um ano e meio da publicação no YouTube!!!

Part 1/4 (824 visualizações)
https://www.youtube.com/watch?v=3R3uIxpG46A
Part 2/4 (768 visualizações)
https://www.youtube.com/watch?v=SL9Qu3teVQk&list=RD023R3uIxpG46A
Part 3/4 (357 visualizações)
https://www.youtube.com/watch?v=5QXeFOuwhh4

Part 4/4 (371 visualizações) com Anita Moore:

https://www.youtube.com/watch?v=t5HMSDkJw1o






Mercer Kennedy Ellington (* 11.03.1919; † 08.02.1996), Sohn des Komponisten, Pianisten und Bandleaders Duke Ellington, spielt mit dem Ellington Orchestra Evergreens seines Vaters. Die Aufnahme entstand während des "JazzFest" in der Berliner Philharmonie am 05.11.1987. Gastsängerin ist Anita Moore (* 1950; † 28.04.2001).
Mercer Kennedy Ellington (* Nov 3, 1919; † Aug 2, 1996), son of the composer, pianist and bandleader Duke Ellington, plays golden oldies of his father with the Ellington Orchestra. This recording was taken during the "JazzFest" at the Berlin Philharmonic on Nov 5, 1987. Guest singer is Anita Moore (* 1950; † Apr 28, 2001).
Das Konzert liegt in 4 Teilen vor.
The concert comes in four parts.
Part 1/4
01. Medley: Things ain't what they used to be / Sophisticated Lady / Perdido

Toninho Horta - "Beijo Partido" e "Francisca"(Live)

Só quem gosta da verdadeira MPB sabe o que é isso.
(Comentário de Valdir Rocha no YouTube sobre Beijo Partido))
 
LP "Terra dos pássaros" (1979)
 
 
 
Toninho Horta
Toninho Horta é um dos ícones do Clube da Esquina. Compositor, violonista e guitarista, atuou ao lado de nomes como Astrud Gilberto, Elis Regina, Gal Costa, Nana Caymmi, George Duke, Maria Bethânia e Milton Nascimento. Beijo Partido talvez seja sua composição mais conhecida. Faz música instrumental admirada no meio internacional. Vale a pena conhecer sua obra.

Haicai #31 Versos pétalas (JRToffanetto)





Haicai #31


Versos pétalas  

 



Versos são pétalas

que o poeta recolhe

pra aprender co’a flor

 
 

JRToffanetto

 
 

Antonio Carlos Jobim - Stone Flower - Full Album


"Stone Flower" foi um dos primeiros discos que comprei aos dezessete anos com o salário do meu primeiro emprego, e olha que foi junto ao seu lançamento no Brasil. Junto a ele, trouxe The Who (live) e Led Zeppelin III. Mostrei-o aos amigos rockeiros que me criticaram por ter deixado da loja  o "Master of Reality" do Black Sabbath e que eles queriam ouvir. Sempre que comprava discos de música popular brasileira eu os provocara desta maneira, mostrando-os. Enfim, creio que a MPB e sua poética, e também a música clássica, foi o que me manteve lúcido na transtornada década de setenta, especialmente para  muitos de nós, a juventude brasileira de então.

 
Personnel

Antonio Carlos Jobim -- piano, electric piano, guitar, vocals
Harry Lookofsky -- violin
Joe Farrell -- soprano saxophone
Urbie Green -- trombone
Hubert Laws -- flute
Ron Carter -- double bass
João Palma -- drums
Airto Moreira
Everaldo Ferreira -- conga
Deodato -- arranger

All songs composed by Antonio Carlos Jobim, except where indicated.
"Tereza My Love" --0:00
"Children's Games" --4:24
"Choro" --7:55
"Brazil" (Ary Barroso) --10:04
"Stone Flower" --17:31
"Amparo" --20:53
"Andorinha" --24:35
"God and the Devil in the Land of the Sun" --28:06
"Sabia" --30:29
"Brazil" [alternate take] --34:30

Tom Jobim e o poeta Vinícius de Moraes

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Haicai #30 VERVE - Poemas de Sol (JRToffanetto)





Haicai #30
 
DESVELAR DA VERVE
REVIRA REVOLVE REVISA
O REVELAR VERSO
 
JRToffanetto

 

Suíte do Pescador - Dorival Caymmy

Sugestão musical de 
Fernando Colin
Cquote1.svg…escrevi 400 canções e Dorival Caymmi 70. Mas ele tem 70 canções perfeitas e eu não.Cquote2.svg

video

Musica
Suíte do Pescador -- Dorival Caymmi


As imagens são de um documentário inacabado do Orson Welles chamado "Four Men on a Raft" (Quatro homens em uma balsa). É uma reconstrução da viagem em uma jangada de vela, em que quatro pescadores pobres fizeram de Fortaleza para o Rio de Janeiro, então capital do Brasil, para apresentar pessoalmente as suas queixas ao presidente Getúlio Vargas.

Four Men on a Raft was part of the ill-fated, never completed Orson Welles documentary. It is a reconstruction of the voyage on a sailing raft that four impoverished fishermen had made from Fortaleza to Rio de Janeiro, then Brazil's capital, to present in person their grievances to President Getúlio Vargas.

Site Oficial de Dorival Caymmi:
http://www.dorivalcaymmi.com.br/sitebiografico/


Cantor, compositor, violonista, pintor e ator brasileiro
 














segunda-feira, 28 de outubro de 2013

H.Parry's 'An English Suite' - Prelude ~ Pastorale ~ Air ~ Frolic

Use fone de ouvidos
para capturar todos as nunças sonoras
 
Composição de
Sir Charles Hubert Hastings Parry, 1st Baronet (1848-1918).
Compositor inglês, professor e historiador da música.
 
Grand Valley State University Chamber Orchestra
conducted by Henry Duitman
perform Hubert Parry, An English Suite
Prelude ~ Pastorale ~ Air ~ Frolic
at St. John's Church, Notting Hill, UK May 3, 2013.
 

Haicai #29 (Pássaro poema) - JRT




Haicai #29

(Pássaro poema)

 

Poemas são pássaros

cantando do outro lado

no lado de cá

 

JRToffanetto

Empresas no presente do futuro (1)


Treinando o profissional do futuro
Parte 1: reedição reformulada de "Treinando o homem do futuro para respostas no presente"  >>> http://poemas-de-sol.blogspot.com.br/2011/06/treinando-o-homem-do-futuro-para.html<<&lt <<<
O texto abaixo é tema de treinamentos que ofereço a empresas desejosas em desenvolver valores internos, pois a experiência me diz que, apesar de inúmeros cursos e palestras motivacionais que estas oferecem ao seu pessoal, não há mudança de atitude sem que se trabalhe, por primeiro, na ampliação da consciência do indivíduo.

Google Imagens
O mundo empresarial de hoje é o mundo dos serviços, e cada vez mais a concorrência se faz pela qualidade do atendimento. Neste séc. XXI, o sucesso de cada empreendimento estará nas mãos dos “predispostos em servir”. Empresas do futuro são aquelas que no presente estão sendo organizadas e treinadas para servir o outro, integrando o modo interno ao externo.

Vamos espiar empresas que alcançaram sucesso dentro de uma real briga de foice pelo mercado. No modo interno, as relações de trabalho entre funcionários se reflete diretamente ao modo externo (clientes e concorrentes). No primeiro modo encontramos dois tipos característicos: os “predispostos em servir” e os “não predispostos em servir”.

Entre ao "predispostos" é verificável que eles tem um ideal enquanto empresa, lutam por ele, correm atrás de metas porque conseguem enxergar-se no todo e, por esta razão, reveses do dia a dia não os derrubam. Por primarem pela conduta pessoal, vivem reformulando e ampliando seus conceitos, e sempre estão humanizando cada relação de trabalho. Porque amam o que fazem são muito criativos em soluções fáceis e simples. São úteis no ponto em que o meio mais precisa. São afáveis e possuem brilho nos olhos.

Os não predispostos em servir só trabalham pra si mesmos e o resto que se lixe. Só dão importância ao que confere pontos junto à chefia. Não se comprometem e vivem dizendo “isso não é comigo”. Por que não amam o que fazem, são pouco criativos, nunca fazem a diferença, mas reclamam de tudo e de todos. Só trabalham pro gasto e vivem na sombra do trabalho dos outros. Porque são omissos e medrosos, vivem em cima do muro onde criticam os que trabalham de verdade. Vivem dissimulando, achando desculpas para tudo. Não aceitam mudanças. São como água estagnada, insalubres para a empresa.

Enfim, a “predisposição em servir” é o que nos define como seres humanos em processo de evolução e o que, para a empresa, contribui para a sua sustentabilidade emocional e profissional, pois é através disto que se pode ver mais claramente o presente e nele projetar o futuro. Briga de foice ao modo interno é coisa do século passado que já não cabe nos dias atuais. Os de má vontade para com o outro (leia-se: para consigo mesmos) estarão em extinção

Jairo Ramos Toffanetto

domingo, 27 de outubro de 2013

Haicai #28 (JRT)





Haicai #28


 

Nas janelas abertas,

poemas florem da Poesia

que veio cantar dentro

 

 

 

JRToffanetto

 

 

Shostakovich com Rogério Tutti e a Orquestra Municipal de Jundiaí


A Regina e eu temos o privilégio de amigos que nunca os vimos ou nos falamos, apenas sabemos da sua existência espalhados pelo planeta. Na sexta-feira, ganhamos convites para acompanharmos um destes amigos, o Tutti. No Theatro Polytheama, ao descermos o acesso central às nossas cadeiras, encontramo-nos com mais de cinquenta amigos e, até onde sei, de Jundiaí, Indaiatuba e São Paulo, enfim, uma festa.



Mas o que não esperávamos era o Concerto n.o 1 de Shostakovitch - uma surpresa mui grata, afinal, não se trata de um autor muito conhecido em nosso país, ou apenas em alguns círculos. No convite houve confusão na impressão mudada de última hora, daí o fato da surpresa em ouvirmos esta obra do grande autor russo.

Foto junto ao Tutti com alguns dos amigos presentes

Ainda vale dizer que há um mês nossa amiga Elisséia Duarte indicou o Tutti à maestrina Cláudia Feres para interpretar Shostakovich ao piano, conforme programa, pois ele aceitou o convite, e com aproximadamente um mês de estudos, interpretou-o sem o uso de partitura e em perfeita sintonia com a orquestra - o que chamamos de integração. Depois da apresentação, ele nos contou do seu surpreender-se com o alto nível da orquestra. Também ouvimos da Claudia que ela procurará trazê-lo outras vezes para a nossa Orquestra Municipal.

Rogerio Tutti, é um pianistra brasileiro de renome internacional. Apresenta-se em salas de concerto dos Estados Unidos, Brasil, Rússsia, Chile e Portugal. Seu DVD "Concerto de Piano" tem sido veiculado pela emissora C Music TV, que o transmite para mais de 50 países da América, Europa e Ásia com interpretações de Beethoven, Chopin, Liszt e Villa-Lobos.

Links para esta postagem:
http://en.wikipedia.org/wiki/Piano_Concerto_No._1_(Shostakovich)
Concerto Inaugural da Orquestra Municipal de Jundiaí
http://poemas-de-sol.blogspot.com.br/2011/10/ii-concerto-da-orquestra-municipal-de.html
http://poemas-de-sol.blogspot.com.br/2011/10/ontem-no-polytheama.html

Cláudia Feres - Site dessa imagem




sábado, 26 de outubro de 2013

Astrud Gilberto - AGUA DE BEBER (a cara da bossa-nova)

Se a bossa-nova tem um rosto,
ele é de Astrud Gilberto. (JRT)

Astrud Gilberto (vocal), Antonio Carlos Jobim (guitarra, vocal), João Donato (piano), Joe Mondragon (baixo), Marty Paich (arranjador, maestro). Gravado 27 de janeiro e 28 de 1965
 
 
 
 
 
 

PAULINHO TAPAJÓS - ANDANÇA


Ontem, no meio do programa Metrópolis, a TV Cultura anunciou, extraordinariamente, a morte de Paulinho Tapajós e soltou trecho de música Andança, ao vivo, com o próprio autor. Fazia tanto tempo que eu não a ouvia... e descobri o tanto que ela existia dentro de mim tanto quanto em tanta gente adolescente em 1968 (eu tinha 14 anos), e que fez parte não só da nossa formação cultural mas da nossa constituição, do sentimento de brasilidade e musicalidade que ainda nos percorre. Em estado de comoção, atestava-nos que a vida era bela, que nós éramos belos, e que faríamos a vida mais bela ainda. Quem faleceu não foi Paulinho Tapajós, mas a poesia de uma época mais feliz da nossa música popular brasileira. (JRToffanetto)

 
 



por Mco Alves (You Tube)

Autores: Danilo Caymmi, Edmundo Souto & Paulinho Tapajós
Interpretada por Paulinho Tapajós
CD -- VIOLA E VIOLÃO

APROVADO E AUTORIZADO POR PAULINHO TAPAJÓS

Criação e Edição de Imagens: Maria Celia Olivieri
Programas: Proshow Gold/Photoshop
Imagens:GettyImages/Flckr

Prêmio Medalha de Ouro pelo 3ºlugar (Fase Nacional) do 3ºFestival Internacional da Canção (1968)defendida por Beth Carvalho & Golden Boys

MAIS UMA HOMENAGEM AO MEU AMIGO DE CORAÇÃO POETA - MÚSICA QUE FOI O PONTO DE PARTIDA DA CARREIRA DESSE GRANDE COMPOSITOR.

Aqui abaixo estão relacionados alguns nomes de cantores e compositores que já gravaram essa linda e histórica música:
Beth Carvalho/Maria Bethania/Beth Carvalho e Golden Boys/Neco/Danilo Caymmi e Vania/Maurice Montier/Maria Bethania/Elis Regina/Os Velhinhos Transviados/Walter Wanderley set(Ana Maria Valle e Milton Nascimento)/Bossa Rio set (RioPery Ribeiro/Luis Eça/Paulo Freire/ Paulinho Tapajós e Dorinha Tapajós/ Golden Boys/Família Caymmi/Elymar Santos/Copa Trio/Chiclete com Banana/Caçulinha/Simone/Originais do Samba/Danilo Caymmi/Zezé di Camargo & Luciano, Leandro & Leonardo, Chitãozinho e Xororó/Fafá de Belém/Joyce/ aroldo e Gerli/Roupa Nova/Danilo Caymmi e Vania/The Diamonds

Letra:
Vim tanta areia andei
Da lua cheia eu sei
Uma saudade imensa
Vagando em verso eu vim
Vestido de cetim
Na mão direita rosas vou levar
Olha a lua mansa a se derramar (me leva amor)
Ao luar descansa meu caminhar (amor)
Seu olhar em festa se fez feliz (me leva amor)
Lembrando a seresta que um dia eu fiz
(por onde for quero ser seu par)
Já me fiz a guerra por não saber (me leva amor)
Que esta terra encerra meu bem-querer (amor)
E jamais termina meu caminhar (me leva amor)
Só o amor me ensina onde vou chegar
(Por onde for quero ser seu par)
Rodei de roda andei
Dança da moda eu sei
Cansei de ser sozinha
Verso encantado usei
Meu namorado é rei
Nas lendas do caminho onde andei
No passo da estrada só faço andar (me leva amor)
Tenho o meu amor pra me acompanhar (amor)
Vim de longe léguas cantando eu vim (me leva amor)
Vou e faço tréguas sou mesmo assim (por
onde for quero ser seu par)
Já me fiz a guerra por não saber (me leva amor)
Que esta terra encerra meu bem-querer (amor)
E jamais termina meu caminhar (me leva amor)
Só o amor me ensina onde vou chegar
(Por onde for quero ser seu par)

 

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Haicai #27 Traços (JRT)


                                                                        Google Imagens

Haicai #27

 Traços


No paço da pluma,

traços de pena tinteira.

Pedaço de papel

 
 

jrtoffanetto

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Scriabin: Prometheus, Poema do Fogo (reedição)


Em "Prometheus, Poema de Fogo", Scriabin procura retratar o desenvolvimento da emergente consciência humana até a união com o cosmos. Ele viu no fogo de Prometeu o símbolo da consciência humana e energia criativa. Imaginou uma sinfonia de sons e raios de cor e, para tanto, concebeu o "cor - teclado " ou "órgão de cores", que projeta luz de diferentes cores em uma tela por trás da orquestra , reproduzindo visualmente o que a orquestra estava dramatizando no som.  Um conceito visionário e um dos primeiros eventos, digamos, multi- mídia, realizado há um século e pela primeira vez em Moscou em 2 de março de 1911.

Enfim, uma trombeta representa a vontade criadora , o piano simboliza o homem, e uma melodia suave da flauta é o alvorecer da consciência humana ; depois, o violino solo será associado com o amor humano... No clímax, um coro opcional entra cantando apenas os sons das vogais , o órgão de cores gera um... (continua abaixo)

Opening of Safonov Festival
SCRIABIN: Prometheus, The Poem of Fire

Evgeni MIKHAILOV, piano
Kislovodsk Philharmonic Orchestra
Chamber Choir of Kislovodsk Philharmonic
Stanislav KOCHANOVSKY, conductor


Philharmonia on Caucasus Mineral Waters
Maria PAVLOVA, lightening installation
07/07/2012 Kislovodsk

 
 
Enfim, uma trombeta representa a vontade criadora , o piano simboliza o homem, e uma melodia suave da flauta é o alvorecer da consciência humana; depois, o violino solo será associado com o amor humano... No clímax um coro opcional entra cantando apenas os sons das vogais, o órgão de cores gera um... Veja o texto na íntegra>>> http://www.laphil.com/philpedia/music/prometheus-poem-of-fire-op-60-alexander-scriabin<
 
 

Haicai #26 "Face do dia" (JRT)




Poemas de Sol

Ilustração JRToffanetto
 
 

Haicai #26

 

Alvorecer 

 

Face do dia cai

na boca da noite. Acorda

com manchas de batom

 
 

JRToffanetto

 

 

Hovhaness- Island of the Mysterious Bells

 
A música... acorda-nos para estados adjacentes, íntimos a nós, embora ainda não experimentados neste aqui-agora e que nos permite constantes reformulações de nossa idéia musical. Enfim, somos puro espírito. (JRT)

Alan Hovhaness "Ilha dos Sinos misterioso"
para um conjunto pouco ortodoxo de quatro harpas:


Boris Lyatoshinsky - Lyric Poem (1e2/2) 1964 e Sonata-Ballad No.2, op.18 (1925)

A música... acorda-nos para estados adjacentes, íntimos a nós, embora ainda não experimentados neste aqui-agora, permite-nos constantes reformulações de nossa idéia musical. Enfim, somos puro espírito. (JRT)

A segunda parte do Poema Lírico:
Borys Mykolayovych Lyatoshynsky (Ukrainian: Борис Миколайович Лятошинський) (January 3, 1895 - April 15, 1968) was a composer, conductor, teacher, and leading member of the new generation of twentieth century Ukrainian composers. Lyric Poem (in two parts) 1964 - Ukrainian Radio and TV Orchestra conducted by Fedor Glushchenko

Ouça também
Boris Lyatoshynsky: Sonata-Ballad No.2, op.18 (1925)
 
Imagem da capa: pintura por Michail Larionov
 

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Miles Davis & Charlie Parker "Donna Lee"

Na gênese do "be bop"
 
 

from "Miles Davis Bluebird -
Legendary Savoy Sessions with Charlie Parker" (1947)

Personnel :
Charlie Parker (sax)
Miles Davis (trumpet)
Max Roach (drums)
John Lewis and Bud Powell (piano)

Parker e Davis
Miles Davis compôs a música em 1947, sua primeira composição gravada, embora a autoria é frequentemente creditada ao saxofonista Charlie Parker. Parker foi creditado nas gravações originais em 78 rpm, um erro perpetuado através de numerosas reedições e causando confusão no início. A música também foi protegida por direitos autorais sob o nome de Parker. (WIKI)

Haicai #25 - Aflautando o dia (Boca da Noite) - JRT



 

Haicai #25

Aflautando o dia

           (Boca da Noite)


A boca da noite

aflauta rumor do dia,

cirandinha e dorme

 

JRToffanetto

 

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Dame Shirley Bassey - Charade


Eu estava procurando um blues com Bessie Smith e, meio às cegas, deparei-me com esta canção de interpretação insuperável. Repeti-a tres vezes e agora nada mais cabe. Estou desligando tudo. Vou ficar com ela. Boa noite aos amigos deste "Poemas de Sol". (JRT)

   This marvellous song written by Henry Mancini was released on Shirley's 1968 album 12 Of Those Songs. Released during Shirley's dry spell concerning record sales towards the end of the 1960s it reached Nr. 38 in the album charts and stayed in the charts for 3 weeks.
 
 

Haicai i#24 Boca da Noite (JRT)




                                    * Nota ao rodapé desta postagem



Haicai # 24

 

Boca da Noite

 

Na boca da noite

o dia bamba e sua porfia

da gravata nó afrouxa

 
 
 

JRToffanetto

 

 
* A desenho acima foi criado por mim para ilustrar meu primeiro livro de contos "Continho de Natal". 
 

Stanley Jordan - Eleanor Rigby (Beatles)


 
 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Wes Montgomery - West Coast Blues



Rehearsal for the NDR Jazz Workshop NDR Studio 10,
Hamburg, West Germany, April 30, 1965

Haicai # 22



Haicai # 22


 

“No Semáforo”


...vrem vrem vrem vrem vrem

- Vem verde vem verde.   vrem

      VÃO vrem VÃO VÃO

      vrumm...

 

JRToffanetto

 

                                                                 FotoJRT

 

Haicai # 433 _São Paulo “in Love”


 

Haicai # 433

MACRODIVERSIDADE

 São Paulo “in Love”

co’a Paulicéia Desvairada:

R_ sp_ndo a b_rba

   JRToffanetto

 

Haicai # 432 (JRT)



http://poemas-de-sol.blogspot.com/2013/10/haikai-20-jrt.html



Haicai # 432

Nós 

Pássaros são

o canto do amanhecer.

Eu, tu e eles. Nós

JRToffanetto

 
 

LII Expo Imagens - Lata de Tinta

FotosJRToffanetto
6498/6504-19101117
CLIQUE NA IMAGEM P/ AMPLIAR







 
JRToffanetto
 

domingo, 20 de outubro de 2013

Heitor Villa Lobos - Bachianas Brasileiras 5 - "Aria (Cantilena)"

Vídeo enviado
por Fernando Colin

video

Concerto com a Filarmônica de Berlim, dirigida por Gustavo Dudamel, em 15 de junho de 2008, para uma platéia de 20 mil pessoas. No repertório, Bachianas Brasileiras nº 5, de Heitor Villa-Lobos. Atuação espetacular da soprano porto-riquenha Ana Maria Martínez.






Letra de Ruth Valadares Corrêa:

Tarde uma nuvem rósea lenta e transparente.
Sobre o espaço, sonhadora e bela!
Surge no infinito a lua docemente,
Enfeitando a tarde, qual meiga donzela
Que se apresta e a linda sonhadoramente,
Em anseios d'alma para ficar bela
Grita ao céu e a terra toda a Natureza!
Cala a passarada aos seus tristes queixumes
E reflete o mar toda a sua riqueza...
Suave a luz da lua desperta agora
A cruel saudade que ri e chora!
Tarde uma nuvem rósea lenta e transparente
Sobre o espaço, sonhadora e bela!

Haicai # 21 (JRT)



                                                       FotosJRT05931300713
                                                                                               CLIQUE NA IMAGEM P/AMPLIAR

Haicai 21

 

“Modelito XXI”

 

No céu da cidade,

fumaça do ferro que passa

o velho vestido

 

 

JRToffanetto